quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Matrix XIII



Matrix XIII

Livre arbítrio

Morpheus pergunta a Neo se ele acredita em destino. Neo diz que não, porque quer acreditar que controla a própria vida.

Esta é uma questão fundamental na vida de qualquer pessoa. Neo também tem de se defrontar com ela. Existe livre arbítrio absoluto ou relativo? Qual é a margem de manobra que temos na vida? Até onde vai o livre arbítrio?

Para responder estas questões e todas elas foram respondidas no filme, é preciso entender a Matrix e o que está além da Matrix. A Matrix está fundamentada sobre o que? O Arquiteto criou a Matrix, mas além dele o que existe? Qual é a realidade última?

Estas questões sempre estiveram na ordem do dia desde que a humanidade habita este planeta, bem como em todos os planetas habitados. Isso é inerente a todo o universo em todas as dimensões. Neo no princípio se debate com isso, mas na terceira parte da trilogia ele aceita a verdade e então pode fazer o que tem de ser feito. Morpheus estava certo.

Quando se entende a realidade última, os fundamentos do universo, o alicerce de tudo o que existe, é que se pode entender a morte, o destino, a causa e o efeito, o livre arbítrio, de onde viemos, o que estamos fazendo aqui e para onde vamos, etc. Todas as questões metafísicas são respondidas. É óbvio que todas as questões físicas também. As “esquisitices” da Mecânica Quântica só existem enquanto não se entende a Realidade Última. Quando esta é entendida todos os problemas desaparecem, tudo é resolvido, tudo é solto, tudo é entendido e compreendido, tudo é aceito, a expansão da consciência é total e a felicidade também.

Existe aparentemente uma dicotomia entre Caos e Ordem. Na verdade, são a mesma coisa. O Caos faz parte da Ordem do universo. Tudo está bem e em divina ordem e paz. Tudo é como tem de ser. Pois é o estado atual da consciência coletiva. É o melhor mundo possível hoje. Amanhã será melhor e assim por diante. A Ordem implica no Caos. O Caos faz com que a Ordem exista e progrida. O Caos é oportunidade de crescimento e evolução. O Caos propicia o crescimento acelerado. O Caos acelera a expansão da consciência. E tudo o que existe é consciência pura. Sugiro a leitura do livro “Caos” de James Gleick. Quando isso é entendido o Caos é visto como a evolução em ação. O Caos está dentro da Ordem. São a mesma coisa.

Pois bem. Teoricamente estamos dentro de uma limitada percepção da realidade através dos cinco sentidos. O que não sentimos não existe. É a visão materialista da existência. É complicado isso, pois um crustáceo tem mais percepção que nós e uma galinha também. A realidade de seres com mais percepção sensorial é completamente diferente da nossa. O espectro eletromagnético é um exemplo disso. Não vemos as frequências altas, mas elas existem. Seu celular só funciona porque existem ondas que você não vê. Tudo emite uma onda e tudo é uma onda. Portanto, é preciso colocar a percepção extra-sensorial dentro do nosso paradigma. Caso queiramos ser felizes realmente a longo prazo. Uma emoção de contentamento passageiro é uma coisa (comer um pedaço de pudim), mas ser feliz é outra completamente diferente. É o sentimento de fundo que permeia a vida da pessoa. O ruído de fundo. Ser feliz ou não. E para ser feliz é preciso ter uma profunda compreensão filosófica da existência. É isso que Neo aprende na sua jornada. Quando ele ressuscita está completamente consciente disso e faz o que tem de ser feito.

Existe uma realidade última em que o universo está baseado. O universo, a realidade física e de todas as dimensões superiores, é emanada pela Realidade Última. O Todo. Tudo é permeado e penetrado pelo Todo. Nada existe que não seja o Todo. Nada está separado do Todo. O Todo é tudo o que existe. Está é a realidade pura e simples. Negar isso é complicar a existência sem necessidade. Aceitar isso resolve todos os problemas. Isso não significa que aceitar o Todo fará com que suas dívidas desapareçam e todos os demais problemas, mas a solução está a caminho. Trabalhando junto com o Todo tudo pode ser resolvido. Sempre considerando que a vida existe em todas as dimensões. É preciso sempre olhar o grande quadro. O que não dá para resolver nesta dimensão é resolvido na próxima. E se não dá para resolver na próxima volta-se para cá para resolver e assim por diante. Ad infinituum.

A contabilidade cósmica funciona em todas as dimensões e tempos. Não é uma coisa de uma vida, nem de um planeta, nem de uma determinada dimensão. Tudo é considerado para resolver um problema qualquer. Se existe um problema que não tem solução numa vida, ele é passado para a vida seguinte e resolvido lá. Portanto, morte não existe. A pessoa está viva sempre com todas as percepções normais e outras mais avançadas dependendo da dimensão que está. Por exemplo: a capacidade de ver pela nuca sem os olhos. Infinitas possibilidades. Portanto, nós sentimos saudades dos entes queridos que não estão mais nesse plano, mas eles estão tão vivos como nós. E podemos ter contato com eles se acreditarmos que podemos. O que a pessoa pensa que é real é real para ela. Essa é a Matrix também. O sistema de crenças, o paradigma, cria a realidade da pessoa.

O livre arbítrio que temos está dentro das infinitas possibilidades do Todo. Ele é o Observador final. Ele colapsa a realidade última. A pessoa pode atravessar um farol vermelho, mas o Todo é que colapsa para que fique vermelho ou verde. Pode-se infringir a vontade do Todo. Isso é livre arbítrio. Mas, as consequências fazem parte do livre arbítrio. O Caos está na Ordem. O Caos ajusta a Ordem e a Ordem ajusta o Caos. Ação e reação. Causa e efeito. Plantação e colheita. É evidente que tudo isso tem de estar fundamentado em alguma realidade última. Não existe forma de fugir da realidade última. Um campo, Bóson de Higgs, colide com outro campo e dá massa a este. Esta massa vira quarks, que viram prótons, que viram átomos, que viram moléculas, que viram células, que viram órgãos, que viram uma pessoa. Tudo isso dependendo da realidade última, da qual originam todos os campos. 

Os limites do livre arbítrio são extensos. Dá para qualquer um se divertir à vontade. Vejam a história. Uma pessoa pode fazer uma guerra mundial, pode ter uma fortuna incalculável, pode fazer o mal em larga escala ou pode fazer o bem em larga escala. Ou pode fazem em pequena escala ou não fazer nada. Este é um planeta de livre permissão. Todos são livres para se expressarem na medida das possibilidades e o quanto queiram. Para o bem ou para o mal. É claro que existem consequências tanto para quem faz o bem ou o mal. Aparentemente as consequências para quem faz o bem não são tão atrativas. Isso é porque o fato está sendo analisado dentro de um determinado paradigma. Quem tem martelo acha que todo problema é prego. Isso é um paradigma. Quando se expande isso para enxergar todos os lados da questão tudo muda de figura. Tudo passa a ter outra perspectiva. E quanto mais se expande a consciência mais perto vamos chegando da perspectiva do Todo. O Todo vê todas as variáveis e trabalha em função delas. Infinitas variáveis e possibilidades.

Desta forma o livre arbítrio é relativo, mas em termos práticos ele é absoluto. As possibilidades de crescimento e evolução são tão extensas, que ninguém pode reclamar que não tem campo de ação suficiente para aplicar suas habilidades. Qualquer habilidade pode ser expandida sem limites. Limitar o próprio crescimento ou dos demais é uma coisa que vai contra a vontade do Todo. O destino é a expansão de todas as infinitas possibilidades. É a viagem. 

O Oráculo sabe os futuros prováveis. Ela sabe que Neo é o escolhido, mas ele tem de descobrir isso por si só. Morpheus está facilitando que ele descubra isso. Alguém de fora precisa entrar na Matrix para despertar os demais. Ninguém sai do buraco puxando os próprios cabelos. No universo, todos devem se ajudar, pois é através dessa ajuda mutua que a evolução acontece. Isso faz parte fundamental do planejamento cósmico. Cada um tem uma parte importante na evolução de tudo. Por isso cada potencial tem de ser desenvolvido ao máximo. Por isso quando se fala que tempo é dinheiro, também é verdade que tempo é evolução. Não se pode perder tempo. Isso atrasa a evolução geral.

Cypher tem a noção de que ser livre é fazer o que bem entende dentro da Matrix. Isso também é um livre arbítrio relativo. Não existe livre arbítrio absoluto, pois só o Absoluto pode ser absoluto. Fazendo isso Cypher restringiu ainda mais o seu livre arbítrio, pois agora ele tem um livre arbítrio relativo dentro do relativo. Só podemos ter o máximo de livre arbítrio dentro do Todo. Dentro do Absoluto. Nesse ponto temos uma vasta possibilidade de livre arbítrio. Considere que até o Absoluto não tem livre arbítrio absoluto. Ele é Amor Incondicional. Portanto, não pode deixar de sê-lo. Ele não é livre para fazer o mal, pois é o Bem Absoluto.

A possibilidade de escolher é a coisa mais importante que existe. Ela permite que possamos nos desenvolver ao máximo de nossas capacidades presentes. E isso afeta as outras dimensões e o que acontecerá quando trocarmos de dimensões. Isso é uma forma de falar, já que estamos em todas as dimensões ao mesmo tempo. Uma moeda tem dois lados. É impossível ter uma moeda de um lado só. É a mesma coisa conosco. Nossos sete corpos estão em todas as dimensões. De novo, para quem acredita. E todos são livres para acreditar ou não.

A questão de uma vida ser bem-sucedida ou não depende das escolhas que foram feitas. Os resultados são relativos. Não é o que conta na prática. A intenção, as escolhas é que contam. Sócrates foi bem-sucedido ou não? E foi condenado a morte. Isso foi um sucesso ou não?

Hélio Couto
Vídeos: www.cursosheliocouto.com.br
Site: www.heliocouto.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores