Translate

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Felicidade

Felicidade

Essa é uma questão muito simples na verdade. Mas, os seres humanos fazem de tudo para impedir isso.
Quando é que se tem a produção ideal de endorfinas? Quando se faz o bem. Quanto mais bem se faz mais se produz. Não existe limite para isso. Se a pessoa come um pedaço de pudim ela produz um pouco de endorfina. A lógica diz que se ela comer mais produzirá mais, mas não é assim que funciona. A partir de um ponto a produção para. Então comer um quilo de pudim não resolve. Só existe uma coisa que produz endorfina sem limite. Fazer o bem.
É isso que a ferramenta da Ressonância Harmônica procura fazer e passar para as pessoas. As casas/carros/apartamentos que as pessoas pedem são brinquedos que elas acham que as deixarão felizes. Isso vai até certo ponto e para de funcionar. Não adianta comer um quilo de pudim! Todos os brinquedos do mundo farão desta forma. Depois de certo tempo não produzem mais endorfinas. E endorfina é o que te faz feliz. Daí procura-se um carro maior, um pneu maior, uma casa maior e assim por diante. Até que o limite de novo é alcançado e começa tudo de novo.
Isso é levado até a morte normalmente. Sempre a felicidade é colocada num movo objetivo material. Numa busca sem fim e infrutífera.
O fornecimento de endorfinas pode ser ilimitado, mas só se fizermos o que está na nossa programação. No nosso DNA. Ninguém sabe por que é assim, mas se fizer o bem não existe limite de endorfina para você receber. Essa é a programação do Universo. É um condicionamento pavovliano. Se o cavalo pular o obstáculo ganha um prêmio. Puro condicionamento. Os seres humanos estão na mesma situação. Se fizerem o que é certo ganham endorfina, senão não ganham. O estímulo é poderoso.
Acontece que a lógica aristotélica impede que isso funcione como devia funcionar. Associam-se os brinquedinhos com a endorfina e daí se pensa que mais brinquedo significa mais endorfina. A programação  do universo não é essa.
Neste ponto o leitor deve estar se perguntando que tipo de bem e em que quantidade deve fazer para ganhar endorfinas. Ajudar velhinhas a atravessarem a rua no farol com certeza produz endorfinas. Sendo assim já está pensando em ficar o dia todo atravessando as velhinhas de um lado para o outro! Certo? Com certeza o ganho será grande, mas não o suficiente. O ser humano precisa de muita endorfina! É preciso fazer algo maior. Quanto maior, mais endorfina. Evidentemente que por lógica chegaremos a seguinte conclusão: ajudar uma velhinha = x endorfinas. Ajudar 100 velhinhas = 100x endorfinas. Ajudar 1 milhão de velhinhas = 1 milhãoX endorfinas. Ajudar 7 bilhões de humanos = 7bilhões X endorfinas.
Como tudo depende da consciência da realidade que a pessoa tem, fazer o bem implica em expandir a complexidade da consciência da humanidade. Ensinar como funciona o universo. É por isso que todo avatar vem para ensinar a humanidade a ajudar o próximo. A fazer o bem. Só que as pessoas entendem que o avatar está atrapalhando os negócios.
Portanto, quanto mais pessoas mais endorfinas. E o processo não é linear, é exponencial. A quantidade de endorfinas recebida não segue essa regra simples. É muito maior que isso. Atentem para o detalhe que endorfina está sendo uma metáfora do que se recebe, mas também se recebe endorfina.
Em vista disto, não é fácil? Sim. Mas, quem faz isso? Mahatma Gandhi, Martin Luther King, Nelson Mandela.  E os demais? Onde estão? São pouquíssimos aqueles que fazem isso.  E toda vez que a pessoa recebe a Ressonância ela recebe um convite para fazer isso.  E qual é a resposta: estou muito ocupado. Tenho outras coisas para fazer.
E vão atrás de outros brinquedos. Não tem nada de errado com casa/carro/apartamento, mas a dois mil anos atrás foi dito: “procurai primeiro o Reino dos Céus e tudo o mais vos será dado por acréscimo”.
O que não ficou claro na afirmação acima? Foi prometido tudo. Se primeiro fizer o bem. Primeiro faz o bem, depois ganha o tudo. Só que a humanidade inverteu isso. Primeiro querem o tudo, para depois fazer o bem. Só que esse tudo nunca é suficiente. Portanto, nunca procuram o Reino.

@helio_couto

Direitos Autorais: Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados. Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Um comentário:

Carlos Rossette Baptista Filho (Carlos do Bem) disse...

Buscar primeiro o Reino dos Céus, nunca é demais lembrar isso...

Postar um comentário


ATENÇÃO

Videos editados I

Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores

mecânica quântica (135) crenças (87) prosperidade (49) como criar prosperidade (43) auto-sabotagem (26) consciência (25) centelha divina (24) arquétipos (22) resistência ao crescimento (22) ego (21) canalização (20) dinheiro (19) sistema de crenças (19) crenças que criam prosperidade (17) dívidas (17) co-criador consciente (16) igreja cristã de aton (16) aurora dourada de uma nova era (15) 2012 (14) depois de 2012 (14) realidade última (14) economia (13) mandala do lírio (12) relacionamentos afetivos (12) expansão de consciência (11) experimentos da mecânica quântica (11) iluminação espiritual (11) 21 de dezembro de 2012 (10) a verdade e a liberdade do lírio (10) extraterrestres (10) gerenciamento quântico (10) revolucionário quântico (10) Deus (9) Leitura (9) colapso da função de onda (9) espiritualidade (9) negócios quânticos (9) protocolo de relacionamentos (9) zona de conforto (9) a teoria do caos (8) poder divino criativo (8) somatização (8) O amor do lírio (7) a bioquímica do amor (7) catarse (7) ciência e espiritualidade (7) cérebro reptiliano (7) o equilíbrio de nash (7) transferência de consciência (7) ansiedade (6) preconceitos (6) tabus (6) efeito zenão (5) experimento da fenda dupla (5) líria (5) medo (5) o mestre (5) outras dimensões (5) a evolução do processo da rh (4) eletro-magnetismo (4) fenda dupla (4) magia (4) protocolo (4) vida após a morte (4) agenda reptiliana (3) as chaves de nefertiti (3) as máscaras de Deus (3) atendimento (3) contabilidade cósmica (3) educação (3) energia sexual (3) estado de consciência (3) eu sou (3) manifesto quântico (3) pnl (3) suicídio (3) traumas (3) vácuo quântico (3) yin yang (3) a criança índigo (2) arqueologia secreta (2) causa e efeito (2) depressão (2) nefertiti (2) osho (2) princípio da incerteza (2) mensagem de Líria (1) mensagem do pai (1) realidades paralelas (1)