segunda-feira, 9 de abril de 2012

"Dinheiro não é tudo não"



“Dinheiro não é tudo não”


Um casal de jovens mora no final da periferia de São Paulo. Os dois usam a Ressonância Harmônica. Já são usuários há alguns meses. Querem sair da situação de pobreza em que se encontram. Ele faz trabalhos de eletricidade e vende produtos nas horas vagas. Ela resolveu vender roupas femininas. Estão trabalhando firmemente para sair desta situação. Neste mês compraram uma casa melhor, que facilitará fazer mais negócios.


Pois bem. Qual a reação dos vizinhos e familiares?


Todos estão contra os dois. Dizem: “Dinheiro não é tudo não.”.


Em vez de perguntarem aos dois, o que eles estão fazendo para ganhar dinheiro, criticam. Porque não perguntam qual o motivo da mudança que tiveram para começar a ganhar dinheiro? Porque também não vêem fazer a Ressonância?


Só criticas de todos os lados. Porque estão progredindo. Trabalhando.


Quando eu pergunto ao cliente se ele realmente quer ganhar dinheiro, ele sempre diz que sim. Se perguntarem aos familiares dos dois se eles (os familiares) querem ganhar dinheiro é claro que dirão que sim, mas na hora da prática não é a verdade. É da boca pra fora. Basta falar: então vamos fazer um trabalho no sábado (imagine se falar domingo), que dirão que tem jogo, aniversários, programa na tv e etc. 


Perguntem na favela se eles gostam de dinheiro. Se querem ganhar dinheiro. Todos dirão que sim, mas não farão nada para ganhar. Essa é a filosofia implantada no povo há muito tempo. 


“Dinheiro é sujo”


“Dinheiro é pecado”.


“O rico não vai pro Reino dos Céus”. (De onde tiraram isso?)


“Quem nasce pobre morre pobre”.


Para a maioria das pessoas trabalharem é uma maldição divina. É impressionante. Basta se escrever uma coisa para a humanidade acreditar. Ainda mais se já faz muito tempo que foi escrito.


Portanto, dizer que quer ganhar dinheiro não significa nada. Na prática é que veremos isso. É preciso que o cliente sinta os seus sentimentos sobre dinheiro. Ele gosta de dinheiro ou não. Rejeita o dinheiro ou não. Rejeita o trabalho ou não. 


Qualquer pessoa que comece a trabalhar torna-se um incomodo para os familiares e amigos. Traz uma nova consciência que as pessoas não querem ter. Vejam que eles não estão fundando uma nova religião, nem falando de política. Estão apenas trabalhando duro para sair da pobreza. E todos são contra eles.


Porque se eles conseguirem sair disto, como ficam os outros? Se eles conseguem porque os outros não conseguem? A preguiça dos demais ficará clara. A inveja ficará clara. Então é preciso destruir quem traz consciência. Seja de que forma for. Apenas trabalhar já traz consciência. 


Eles já perceberam isso e trabalharão mais ainda para sair de lá o quanto antes. E ninguém irá detê-los.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores